Publicado em 27/01/2020 às 15h18.

Justiça de SP penhora carro de Ciro para indenizar Holiday

Pedetista foi condenado em primeira instância a indenizar vereador ligado ao MBL por tê-lo chamado de "capitãozinho do mato"

Redação
Foto: Reprodução / Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

 

O ex-ministro e ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT) terá que penhorar uma pick-up Toyota Hilux para custear parte da indenização à qual foi condenado a pagar ao vereador Fernando Holiday (DEM) por tê-lo chamado de “capitãozinho do mato”.

A decisão é da Justiça de São Paulo e foi assinada pela juíza Lígia dal Colleto Bueno, da 1ª Vara do Juizado Especial Cível. À Folha de S.Paulo, a assessoria de Ciro diz que ele vai recorrer.

 

O pedetista foi condenado em primeira instância, em fevereiro de 2019, no processo no qual Holiday, uma das lideranças do MBL (Movimento Brasil Livre), pede R$ 38 mil de indenização por danos morais.

“Imagina, esse Fernando Holiday aqui. O capitãozinho do mato, porque é a pior coisa que tem é um negro que é usado pelo preconceito para estigmatizar, que era o capitão do mato do passado’, declarou o ex-governador do Ceará em entrevista à Rádio Jovem Pan em junho de 2018.

À época, o candidato derrotado à Presidência da República em 2018 – que deve voltar a se postular ao cargo em 2022 – justificou a declaração, lembrando que Holiday é a favor do fim das cotas e quer acabar com o Dia da Consciência Negra. “É uma metáfora segura que eu tenho que ele faz esse papel em pleno século 21”, afirmou o pedetista.

PUBLICIDADE