Publicado em 08/05/2019 às 19h54.

Justiça determina que Temer volte à prisão

Por 2 votos a 1, a Primeira Turma do tribunal decidiu pela revogação do habeas corpus que garantiu a saída do ex-presidente no Rio

Redação
Foto: Reprodução/Agência Brasil
Foto: Reprodução/Agência Brasil

 

O Tribunal Regional Federal da 2ª Região determinou que o ex-presidente Michel Temer volte para o prisão. Segundo o TRT2, João Baptista Lima, que é acusado de ser operador financeiro do emedebista, também deverá ser preso.

Por 2 votos a 1, a Primeira Turma do tribunal decidiu pela revogação do habeas corpus que garantiu a saída deles da prisão no Rio de Janeiro.

Em março, Temer chegou a ser preso pela Polícia Federal na Operação Descontaminação, sobre desvio de dinheiro nas obras da Usina Angra 3.

Segundo o Ministério Público Federal (MPF), o ex-presidente e seu grupo político receberam R$ 1,8 bilhão em propina do consórcio responsável pelas obras. Quatro dias depois de ser preso, o ex-presidente foi solto por decisão do desembargador Antonio Ivan Athié, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região.

PUBLICIDADE