Publicado em 24/07/2021 às 16h30.

Kiki Bispo debate projetos sociais e políticas para o esporte com gestores de São Paulo

Secretário da Sempre discutiu ainda o pioneirismo da capital baiana na implementação do auxilio emergencial durante a pandemia

Leilane Teixeira
Foto: Divulgação/Assessoria Sempre
Foto: Divulgação/Assessoria Sempre

 

O secretário municipal de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer de Salvador  (Sempre), Kiki Bispo, esteve em São Paulo e se reuniu, na sexta-feira (23), com gestores da capital paulista para discutir políticas públicas para a área social e de fomento ao esporte.

“Salvador evoluiu muito nos últimos oito anos com o ex-prefeito e presidente nacional do Democratas, ACM Neto, e, continua seguindo o passo com o prefeito Bruno Reis (DEM). Fomos a primeira capital a pagar o benefício social aos nossos trabalhadores e temos orgulho de ser a única cidade do país que não deixou de dar esse suporte à população durante toda a pandemia. Não mediremos esforços para fazer pelo social, pelo esporte e e lazer na nossa capital”, declarou Kiki Bispo.

Na reunião, realizada com o secretário de Esportes e Lazer da capital paulista, Thiago Milhim e com a secretária de Desenvolvimento e Assistência Socialde, Berenice Giannellla, foram discutidos ainda o pioneirismo da capital baiana na implementação do auxilio emergencial durante a pandemia do coronavírus e estratégia para captação de recursos federais.

Kiki Bispo enalteceu ainda as políticas voltadas para o esporte na capital paulistana, após visitar equipamentos da maior cidade do país. “Estamos buscando aprimorar nossas políticas públicas a cada dia na nossa gestão. Por isso, vamos buscar conhecer novas experiências pela Bahia e pelo Brasil. A cidade de São Paulo é um grande exemplo para conhecermos boas ações da área do social e do esporte”, enfatizou o secretário.

Outros temas como a legislação que regulamenta a administração dos equipamentos públicos esportivos nas duas capitais, a exemplo da Piscina Olímpica, dos campos e quadras de Salvador e a participação do terceiro setor na administração dos equipamentos esportivos também foram discutidos entre os gestores.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.