Publicado em 19/08/2022 às 09h18.

Líder da oposição na CMS defende isenção de IR para quem ganha até R$ 4,5 mil

Vereador Augusto Vasconcelos destaca que este valor corresponde a atualização da tabela pela inflação acumulada

Redação
Foto: Matheus Morais/bahia.ba
Foto: Matheus Morais/bahia.ba

Se a tabela do Imposto de Renda Pessoa Física fosse atualizada pela inflação acumulada, a faixa de isenção contemplaria todos os trabalhadores que ganham até R$ 4,5 mil. A tese é apresentada pelo vereador Augusto Vasconcelos (PCdoB), líder da oposição na Câmara Municipal de Salvador. O vereador apresentou projetos de indicação ao governo federal propondo a isenção para remuneração até R$ 4,5 mil mensais.

Vasconcelos lembra que desde 2016 não há a correção da tabela, elevando a carga tributária sobre os mais pobres e a classe média. “Isso corrói o poder de compra das famílias de maneira injusta e eleva a tributação sem cumprir o princípio da capacidade contributiva previsto na Constituição Federal”, observou. “É necessário que haja uma correção pela inflação dessa tabela em todos os anos e de maneira automática, visando reequilibrar o sistema tributário. Vamos seguir batalhando por uma reforma tributária solidária onde os super ricos sejam mais tributados, em favor de uma redução tributária para os mais pobres”.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.