Publicado em 02/08/2017 às 17h06.

Líder reafirma voto contra Temer; Josias recua e promete seguir PT

A posição externada por Carlos Zarattini, líder da bancada petista, é contrária à declaração feita nesta terça-feira pelo secretário de Relações Institucionais do governo baiano

Rodrigo Aguiar
Carlos Zarattini (Foto: PT)
Carlos Zarattini (Foto: PT)

 

Líder do PT na Câmara, o deputado Carlos Zarattini (SP) reafirmou a posição do partido, favorável ao prosseguimento da denúncia contra o presidente Michel Temer, ao encaminhar nesta quarta-feira (2) voto contra o relatório do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG).

“O partido decidiu por unanimidade indicar o voto não ao relatório. Há provas fortíssimas contra Temer e ele deve ser afastado, para que se encerre o caos que se tornou a administração pública brasileira”, declarou.

A posição é contrária à que foi externada nesta terça-feira (1º) pelo secretário de Relações Institucionais do governo baiano, Josias Gomes (PT), exonerado da pasta pelo governador Rui Costa (PT) para participar da votação em Brasília.

Segundo o titular da Serin, não seria de interesse do PT – e do governador – a saída de Temer, porque isso fortaleceria regionalmente o prefeito ACM Neto (DEM), no cálculo do Palácio de Ondina.

Após repercussão da declaração entre os eleitores – o que gerou, inclusive, posicionamento da senadora Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT – Josias recuou e, em texto publicado nas redes sociais, diz que vai seguir a decisão da sua bancada.

PUBLICIDADE

Mais notícias