Publicado em 15/07/2020 às 07h49.

Lúcio comemora domiciliar de Geddel: ‘Só penso em abraçá-lo’

Ex-ministro teve prisão domiciliar concedida pelo presidente do STF, Dias Toffoli

Matheus Morais
Fotos: Arquivo / Agência Brasil
Fotos: Arquivo / Agência Brasil

 

O ex-deputado federal Lúcio Vieira Lima, irmão de Geddel Vieira Lima, comemorou na manhã desta quarta-feira (15) a decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, que autoriza a prisão domiciliar do familiar.

Ao bahia.ba, ele disse que estava muito feliz e satisfeito. “Estamos muito felizes. Eu só penso em poder abraçá-lo. Estou muito satisfeito. Esperamos que ele volte logo, o mais rápido possível para casa”, ressalta.

Geddel foi ministro da Integração Nacional no governo Lula (PT) e da Secretaria de Governo da gestão Michel Temer (MDB). Em julho de 2017, ele foi preso preventivamente após a Polícia Federal apreender aproximadamente R$ 51 milhões em dinheiro em um apartamento em Salvador