Publicado em 02/11/2018 às 12h40.

Lula está indignado com Moro, diz Gleisi sobre nomeação de juiz da Lava Jato

Para senadora e presidente nacional do PT, é "um escândalo" que o responsável por investigar e condenar ex-presidente ocupe ministério

Redação
Foto: Reprodução/TVE
Foto: Reprodução/TVE

 

Gleisi Hoffmann (PR), senadora e presidente nacional do PT, disse nesta quinta-feira (1º) que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está “indignado” com a nomeação do juiz federal Sergio Moro para o cargo de Ministro da Justiça do governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

“O presidente está indignado, ainda mais com a nomeação de seu algoz como Ministro da Justiça”, afirmou Gleisi, segundo informações do portal UOL. Ela, que elegeu-se deputada federal no pleito de outubro, visitou Lula na sede da Polícia Federal, em Curitiba, acompanhada do ex-ministro Aloizio Mercadante.

Para Gleisi, a nomeação apenas corrobora as denúncias feitas pelo PT desde a prisão de Lula, em abril deste ano. “O juiz que investigou, que o condenou, passa a ser o executor da pena, como ministro do próximo governo”, criticou. Segundo a senadora, o juiz federal ajudou a eleger Jair Bolsonaro no último domingo.

A petista ainda disse considerar a nomeação de Moro para o Ministério da Justiça um “escândalo” e afirmou que os advogados do ex-presidente estão “tomando as providências” para levar uma denúncia a tribunais internacionais.

“Nós consideramos isso um escândalo. A denúncia internacional vai acontecer, os advogados estão tomando as providências”, disse. “Mas isso só confirma o que dizíamos. O processo que condenou Lula é absolutamente político. [Lula] está preso aqui não por ter cometido crime, está preso aqui para não ter sido candidato a presidente, para proporcionar que Jair Bolsonaro ganhasse as eleições. Fica evidenciado hoje para nós”.

PUBLICIDADE
Temas: bolsonaro , Gleisi , justiça , Moro