Publicado em 22/01/2022 às 16h00.

Lula nutre mágoa por Dias Toffoli devido a proximidade com Bolsonaro, diz coluna

Ministro foi indicado pelo próprio petista ao Supremo Tribunal Federal

Jamile Amine
Foto: Marcos Corrêa/PR
Foto: Marcos Corrêa/PR

 

O ex-presidente Lula (PT) nutre mágoa por José Dias Toffoli, ministro conduzido por ele mesmo ao Supremo Tribunal Federal (STF). A informação é da coluna de Guilherme Amado, no portal Metrópole, segundo a qual, o sentimento é o contrário com Ricardo Lewandowski, para quem o petista só tem elogios.

Antes de chegar ao Supremo, Toffoli foi advogado-geral da União no governo Lula e também advogou para o Partido dos Trabalhadores. Segundo a publicação, ele nunca foi de esquerda e é conservador em vários temas, mas era considerado pelo ex-presidente como um “quadro de inteira confiança”.

Apesar da proximidade, o ministro foi contra o PT tanto no escândalo do mensalão quanto na Lava-Jato, tendo inclusive votado contra o partido. Ainda de acordo com a coluna, a mágoa de Lula se intensificou ainda mais pela relação de Toffoli a Bolsonaro, pois o ministro só “perde em proximidade” para os indicados de Bolsonaro, Kassio Nunes Marques e André Mendonça.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.