Publicado em 25/03/2016 às 10h32.

Marcelo Odebrecht vem aí. E a República vai tremer

De A a Z, como diz o governador Rui Costa, todos os partidos melados, inclusive peixes graúdos

Levi Vasconcelos

Frase da vez

“As leis são um freio para os crimes públicos, a religião para os crimes secretos.”

Ruy Barbosa,

Jurista, político, escritor e orador baiano (1849-1923)

 

Marcelo Odebrecht Foto Reprodução Flickr

 

Marcelo Odebrecht vem aí. E a República vai tremer

Um advogado com trânsito nos bastidores da Lava Jato conta que Marcelo Odebrecht não vai fazer acordo de delação premiada. Já fez e já delatou.

Pelo que teria dito, a República vai tremer.

De A a Z, como diz o governador Rui Costa, todos os partidos melados, inclusive peixes graúdos.

Montagem bahia.ba
Montagem bahia.ba

 

Nada inocentes

José Sarney é o Escritor; Sérgio Cabral (PMDB), ex-governador do Rio, o Proximus; Eduardo Cunha (PMDB), o Caranguejo; Eduardo Paes (PMDB, prefeito do Rio), Nervosinho; o senador carioca Lindberg Faria (PT), Lindinho; e o senador Humberto Costa (PT), de Pernambuco, o Drácula.

Os apelidos constantes da lista da Odebrecht são engraçados, vá lá. Mas é mais que isso, segundo a mesma fonte. Os que têm apelido, são vezeiros nas listas de doações.

Tirando o time

Lúcio Vieira Lima, o único deputado federal do PMDB baiano, dá como certo que terça o PMDB pula fora do governo.

– Temos 119 pessoas no diretório com direito a 155 votos. Já fizemos e refizemos as contas e não tem jeito, vamos sair.

O PMDB saindo, é a pá de cal na base do governo. E aí, Lúcio?

Esse é o projeto.

 

Levi Vasconcelos

Levi Vasconcelos é jornalista político, diretor de jornalismo do Bahia.ba e colunista de A Tarde.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.