Publicado em 06/03/2021 às 11h00.

FHC sobre Bolsonaro: ‘Me dá um certo mal-estar não ter votado em alguém contra ele’

Ex-presidente votou nulo no segundo turno das eleições em 2018

Redação
Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook

 

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso expressou um pouco de arrependimento por ter votado nulo no segundo turno das eleições de 2018, entre Jair Bolsonaro (sem partido) e Fernando Haddad (PT). Segundo FHC, ele tinha medo de que a eleição do petista aumentasse a crise econômica no país.

Em entrevista à revista Época, o ex-presidente revelou que essa foi a única vez que votou nulo.

“Não acreditava na possibilidade de o outro lado fazer uma coisa, que, no meu modo de entender, fosse positiva. Embora eu reconheça que o outro lado tinha mais sensibilidade social do que o Bolsonaro. Mas tinha medo que houvesse uma crise muito grande financeira e econômica e rachasse ainda mais o país. Só em desespero que se vota nulo”, afirmou

FHC ainda disse que, apesar de conhecer Haddad, acreditava que o político era pouco capaz de conduzir o país, mas que olhando para a realidade com o atual governo, ele tem um pouco de arrependimento de ter anulado o voto.

“A pior coisa é você ser obrigado a não ter escolha. Ao não ter escolha, permite o que aconteceu: a eleição do Bolsonaro. Teria sido melhor algum outro? Provavelmente, sim. Pergunta se eu me arrependo? Olhando para o que aconteceu com o Bolsonaro, me dá um certo mal-estar não ter votado em alguém contra ele”, completou.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.