Publicado em 18/09/2020 às 19h00.

Moro depõe no inquérito dos atos antidemocráticos no próximo dia 2

Ex-ministro e ex-juiz vai falar à PF na condição de testemunha; Polícia Federal vai ouvir filhos do presidente

Redação
Foto: Marcelo Casal Jr / Agência Brasil
Foto: Marcelo Casal Jr / Agência Brasil

 

O ex-ministro e ex-juiz Sergio Moro foi intimado pela Polícia Federal para prestar depoimento no inquérito que investiga os atos antidemocráticos, manifestações que defendiam temas como fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal federal. A informação foi confirmada pela defesa de Moro, que deve depor no dia 2 de outubro, na Superintendência da PF em Curitiba, na condição de testemunha.

Segundo os representantes do ex-ministro, a intimação se deve ao fato dele ter sido ministro da Justiça e Segurança Pública na época dos fatos. A Polícia Federal também intimou dois filhos do presidente Jair Bolsonaro – o deputado federal Eduardo Bolsonaro e o vereador pelo Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro – a deporem como testemunhas no inquérito.