Publicado em 20/08/2019 às 12h20.

‘Não quero submeter meu filho a um fracasso’, diz Bolsonaro sobre indicação de Eduardo

Presidente reconheceu possibilidade de derrota e criticou parecer da Consultoria do Senado, que considerou nomeação nepotismo

Redação
Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil
Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil

 

O presidente Jair Bolsonaro reconheceu, nesta terça-feira (20), a possibilidade de derrota do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), seu filho, para a Embaixada do Brasil nos Estados Unidos.

Questionado sobre a possibilidade de desistir da indicação, em caso de derrota, o presidente afirmou que “tudo é possível” na política e que não quer submeter seu filho a um “fracasso”. Ele admitiu que pode recuar da indicação se perceber que não há votos suficientes.

Além disso, o presidente criticou o parecer da Consultoria do Senado que considerou nepotismo a possível nomeação de Eduardo. Para Bolsonaro, os pareceres da Casa tem “viés político” e são elaborados “de acordo com o interesse do parlamentar”. 

“As consultorias, elas agem de acordo com o interesse do parlamentar. É igual na redação, que vocês aprenderam. “Faça uma matéria sobre Jesus Cristo”. Você pergunta: “Contra ou a favor?”. Assim que vocês aprenderam na universidade. Aqui é a mesma coisa. Então, tem um viés político nessa questão. O que vale para mim é uma súmula do Supremo dizendo que nesse caso não é nepotismo”, falou Bolsonaro, ao sair do Palácio da Alvorada.

PUBLICIDADE