Publicado em 18/07/2017 às 13h20.

Nenhum baiano deve migrar para o DEM, afirma Aleluia

O deputado negou ainda que o presidente Michel Temer (PMDB) trabalhe contra a migração de parlamentares do PSB

Alexandre Galvão
Deputado José Carlos Aleluia considerou os ataques do governador da Bahia ao vice-presidente como "insinuações caluniosas e difamatória" (Foto: Roberto Viana/bahia.ba)
Foto: Roberto Viana/bahia.ba

 

Um dos principais articuladores políticos do DEM no Congresso, o deputado federal José Carlos Aleluia afirmou ao bahia.ba que nenhum congressista baiano deve aderir à legenda.

Presidente do partido no estado, ele afirma que nenhum dos outros 35 parlamentares (O Democratas baiano possui quatro cadeiras) demonstrou interesse.

Aleluia negou ainda que o presidente Michel Temer (PMDB) trabalhe contra a migração de parlamentares do PSB para a legenda. “Isso não existe”, disse, de forma enfática.

O novo partido que pode surgir da fusão entre o DEM e uma sigla nanica, como confirmou o prefeito ACM Neto (DEM) ao bahia.ba, já tem até um esboço do estatuto com propostas, segundo a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo.

De acordo com a publicação, o projeto que dá algum lastro ideológico à agremiação foi entregue à cúpula do DEM e a parlamentares que devem migrar para a legenda após sua repaginação. A ideia é fixar um perfil de centro-direita.

O chefe do Palácio Thomé de Souza revelou que tem tido conversas “embrionárias” com os membros do PSD, liderados pelo ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab.

O “namoro” foi negado pelo presidente do PSD na Bahia, senador Otto Alencar.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.