Publicado em 14/07/2020 às 15h18.

‘Nunca a polícia matou tanto’, comenta Boulos sobre os dados do estado de São Paulo

O socialista criticou o alto número de pessoas mortas por policiais em 2020

Raphael Minho
Foto: Reprodução/MTST
Foto: Reprodução/MTST

 

O ex-presidenciável Guilherme Boulos (Psol) utilizou as redes sociais para criticar o elevado número de pessoas que foram mortas por policiais militares em 2020, no estado de São Paulo. No período de janeiro a maio, 422 pessoas morreram.

De acordo com as informações do Fórum Brasileiro de Segurança Pública que acompanha os dados desde 2001, esse é o maior número de mortos por policiais já registrado. Também houve aumento de 34% no número de mortos em batalhões da capital paulista.

“Nunca a polícia matou tanto! Foram 422 pessoas mortas por policiais militares no estado de SP de janeiro a maio de 2020. O maior número desde 2001. Basta!”, publicou Guilherme Boulos nas redes sociais.

Mais notícias