Publicado em 22/01/2021 às 15h45.

Pacheco defende busca por consenso sobre auxílio emergencial no Congresso

Candidato à presidência do Senado também destacou a necessidade de respeitar o teto de gastos

Redação
Foto: Marcos Oliveira/ Agência Senado
Foto: Marcos Oliveira/ Agência Senado

 

O candidato à presidência do Senado Rodrigo Pacheco (DEM-MG) afirmou aos jornalistas, nesta sexta-feira (22), que irá trabalhar pela responsabilidade fiscal no país e destacou a necessidade de respeitar o teto de gastos. O democrata também disse que é importante o consenso entre os parlamentares sobre o futuro do auxílio emergencial.

“Primeiramente há um compromisso muito fiel e muito grande com a responsabilidade fiscal, com a obediência ao teto de gastos porque não se pode gastar aquilo que não se tem. Então esse é um dos compromissos que nós temos, a responsabilidade fiscal, alinhados obviamente com o governo federal nesse sentido para evitar que haja um incremento do déficit público de maneira mais severa”, declarou o senador.

Além de Pacheco, concorrem a presidência do Senado, Jorge Kajuru (Cidadania-GO), Major Olimpio (PSL-SP) e Simone Tebet (MDB-MS).