Publicado em 20/12/2019 às 16h41.

Paulinho da Força usou empresa da filha para receber propina da JBS, diz empresário

Prestador de serviços da JBS em Barretos, Leandro Aparecido da Silva Anastácio fechou acordo com a Justiça

Redação
Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook

 

Presidente nacional do Solidariedade, o deputado federal Paulinho da Força recebeu uma propina de R$ 3 milhões da JBS, segundo a coluna Radar, da Veja.

Em acordo fechado com a Justiça, o empresário Leandro Aparecido da Silva Anastácio, prestador de serviços da JBS em Barretos, relatou o processo de lavagem do dinheiro.

Uma parcela de R$ 500 mil deveria ser repassada a uma empresa, a PS Silva e Gomes Publicidade, registrada em nome de Juliana Pereira Vilella de Pinho, filha de Paulinho.

“Houve o contato do genro do deputado Paulinho, o Cristiano (…) Ele sugeriu que nós fizéssemos um contrato fictício entre a Nando’s Transportes e a empresa de publicidade, como se a empresa de publicidade estivesse prestando um serviço para a empresa de transporte”, afirmou Leandro.

Além de e-mails trocados com o genro do deputado, extratos bancários, notas fiscais e recibos de depósito, o empresário entregou aos investigadores a relação de datas de cada pagamento.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.