Publicado em 19/05/2016 às 19h35.

Pedro Parente vai assumir a presidência da Petrobras

Ex-ministro no governo de Fernando Henrique Cardoso, Pedro Parente ocupa atualmente a presidência do Conselho de Administração da Bovespa

Redação
Pedro Parente (Foto: José Cruz/ Agência Brasil)
Pedro Parente (Foto: José Cruz/ Agência Brasil)

 

O ex-ministro no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, Pedro Parente, será o novo presidente da Petrobras, no lugar de Aldemir Bendine. A confirmação foi feita pela assessoria de imprensa da Presidência da República na noite desta quinta-feira (19).

Parente esteve reunido na tarde desta quinta com o presidente interino Michel Temer no Palácio do Planalto. Ele foi chefe da Casa Civil no governo FHC e atualmente ocupa a presidência do Conselho de Administração da BM&F Bovespa, mandato para o qual foi eleito em março de 2015.

Parente assume o cargo de Bendine, que ocupou o lugar de Graça Foster após graves escândalos de corrupção na estatal. Conforme o site da BM&F Bovespa, o novo presidente da Petrobras iniciou a carreira no serviço público no Banco do Brasil, em 1971, e, em 1973, se transferiu para o Banco Central. Ele é formado em engenharia pela Universidade de Brasília (UnB).

A presidência da Petrobras é considerada pelo governo Temer como um dos postos estratégicos no segundo escalão. O nome de Parente surge em meio às recentes nomeações para a presidência do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e para a presidência do Banco Central.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.