Publicado em 28/06/2018 às 18h20.

Pela 3ª vez, PF pede prorrogação para concluir inquérito contra Temer

Investigação policial apura se presidente beneficiou empresas que atuam no porto de Santos (SP)

Redação
Foto: Beto Barata/ PR
Foto: Beto Barata/ PR

 

Pela terceira vez, a Polícia Federal pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) prorrogação para concluir o inquérito contra o presidente Michel Temer. Nesta quinta-feira (28), foram pedidos mais 60 dias. A informação foi divulgada pela TV Globo.

A investigação foi aberta no ano passado a partir de depoimentos em delação premiada de executivos do grupo J&F. A suspeita é de que um decreto editado por Temer pretendia beneficiar empresas que atuam no porto de Santos (SP). O presidente nega que o decreto tenha essa finalidade.

Em maio, o ministro Luís Roberto Barroso, relator do inquérito, já havia concedido mais prazo, até início de julho, para o fim das investigações. Porém, com a proximidade do fim do último prazo, a PF argumenta que ainda não conseguiu concluir a apuração e, por isso, pede a nova prorrogação.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.