Publicado em 08/04/2020 às 17h26.

Pesquisa aponta que 17% das pessoas que votaram no Bolsoraro estão arrependidas

De acordo com o Datafolha, reprovação a Bolsonaro na pandemia atingiu 63% entre os arrependidos do voto no presidente

Redação
Foto: Alan Santos/PR
Foto: Alan Santos/PR

 

Uma pesquisa realizada na semana passada, entre os dias 1 e 3 de abril, pelo Datafolha apontou que, entre os eleitores que votaram em Jair Bolsonaro na eleição presencial de 2018, 17% deles afirmaram está arrependidos da escola.

A entrevista foi feita com 1.511 pessoas pelo telefone por causa da pandemia. Segundo o levantamento, 39% dos entrevistados consideram a gestão de Bolsonaro na crise do coronavírus ruim ou péssima, antes 33 % que acham a atuação do presidente boa ou ótima.

A taxa de ruim ou péssimo subiu para 63% entre aqueles que dizem ter se arrependido do voto no atual presidente na eleição de 2018.

Para efeito de comparação, o índice é quase tão negativo para o presidente quanto o obtido entre os eleitores do petista Fernando Haddad (70% de ruim ou péssimo).

Entre os entrevistados que defenderam a renúncia do presidente, a reprovação ao modo de como responde a Covid-19 chegou a 77%.

No grupo dos eleitores arrependidos, as mulheres são maioria (60%). Contudo, a situação se inverte no conjunto dos 87% dos eleitores do presidente que negam ter se arrependido do voto.

A pesquisa feita duas semanas antes, entre 18 e 20 de março, apontou que a quantidade de eleitores arrependidos de ter votado em bolsonado era de 15%, diferença dentro da margem de erro em relação a última pesquisa.