Publicado em 27/10/2020 às 09h19.

PF cumpre mandados em operação que investiga desvios no governo da Paraíba

Há suspeitas de esquema de fraudes nas pastas da Saúde e da Educação

Redação
Foto: Divulgação/PF
Foto: Divulgação/PF

 

Uma ação deflagrada pela MPF (Ministério Público Federal) e pela PF (Polícia Federal) que cumpre nesta terça-feira (27) mandados de busca e apreensão para investigar supostos desvios na Saúde e na Educação na Paraíba. As buscas ocorrem no próprio estado, mas também em Brasília e Sergipe.

Segundo o portal UOL, a Operação Calvário apura a instalação e o funcionamento de uma organização criminosa liderada pelo ex-governador do estado, Ricardo Coutinho (PSB), que atualmente é candidato à prefeitura de João Pessoa.
Os mandados foram expedidos por Francisco Falcão, ministro do STJ (Superior Tribunal de Justiça). Ele explicou que é preciso investigar possíveis delitos cometidos pelo atual governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), e por três conselheiros do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba.

De acordo com a investigação da Operação
Calvário, o esquema teria começado em 2011 e envolveria a contratação de organizações sociais para gerir recursos públicos. Elas teriam direcionado gastos de hospitais para determinados fornecedores, que, posteriormente, repassavam parte do valor para agentes públicos.