Publicado em 23/03/2016 às 08h25.

PF deflagra Operação Nota Zero em Itamari

Prefeito do município, Valter Andrade da Silva Junior (PCdoB), a primeira-dama e a secretária de Educação podem ser presos; eles são acusados de fraudes e outros crimes

Redação
Foto: Blog do Marcos Frahm
Foto: Blog do Marcos Frahm

 

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (23) a operação “Nota Zero” que investiga desvios de verbas e crimes contra a administração pública de Itamari, no sul baiano, por parte de servidores da prefeitura. São cumpridos cinco mandados de busca e apreensão, sete medidas cautelares e diversas prisões nas cidades de Jequié e Itamari. O prefeito local, Valter Andrade da Silva Junior (PCdoB), sua esposa, a secretária de Educação, o chefe do setor de RH e o procurador do Município podem ser presos caso a PF entenda que é necessário.

Durante a investigação criminal, os agentes públicos envolvidos tentaram interferir nos trabalhos, com a apresentação de documentos falsos, recusa de apresentação de documentos originais e ameaça de testemunhas. O inquérito, investigado pela Delegacia de Polícia Federal de Vitória da Conquista, foi instaurado em virtude do não cumprimento dos dias letivos mínimos, estabelecidos pelo Ministério da Educação, na rede escolar municipal, no ano de 2013.

Sequestro – No início de fevereiro deste ano, o prefeito sofreu um sequestro-relâmpago. As apurações, no entanto, levam a crer que o crime foi um ato de uma quadrilha especializada em roubo de veículos.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.