Publicado em 19/08/2019 às 13h20.

PF e Receita cobram blindagem contra ingerência política, diz blog

Ainda de acordo com a publicação, o ministro da Justiça, Sergio Moro, tomou café da manhã nesta segunda (19) com Bolsonaro

Redação
Foto: Divulgação/ PF
Foto: Divulgação/ PF

 

Com os recentes movimentos do presidente Jair Bolsonaro de interferência em cargos de comando da Polícia Federal e da Receita Federal no Rio de Janeiro, os dois órgãos passaram a cobrar uma blindagem contra ingerência política.

Nos últimos dias, Bolsonaro deu indicações de que faria mudanças em postos estratégicos tanto na Receita quanto na PF.

Segundo o blog de Gerson Camarotti, no portal G1, no caso da PF, aconteceu um recuo do presidente depois que o comando do órgão ameaçou entregar os principais cargos. Bolsonaro foi alertado que essa reação causaria um grande desgaste na imagem do governo.

Ainda de acordo com a publicação, o ministro da Justiça, Sergio Moro, tomou café da manhã nesta segunda (19) com Bolsonaro. Apesar de a agenda ter sido marcada para tratar dos vetos ao projeto que pune o abuso de autoridade, o encontro serviu para tratar de assuntos variados, inclusive desse alerta feito pela Polícia Federal.

Já na Receita Federal, o clima permanece de insatisfação. O próprio secretário da Receita, Marcos Cintra, foi alertado de que se o presidente insistir em mudanças em cargos estratégicos do órgão no Rio de Janeiro, haverá entrega em massa dos cargos de comando.

PUBLICIDADE