Publicado em 13/12/2019 às 12h54.

Planserv fecha 2019 no vermelho por conta do TJ

"Segundo autoridades do Estado envolvidas com a questão, a dívida do Tribunal de Justiça compromete a saúde a financeira do plano"

Levi Vasconcelos

O Planserv deve fechar o ano de 2019 com um rombo de R$ 38 milhões nas contas, por falta de repasse de recursos devidos pelo Poder Judiciário. Segundo autoridades do Estado envolvidas com a questão, a dívida do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) compromete a saúde a financeira do plano. O TJ diz que a dívida é de apenas R$ 12 milhões.

O Planserv é considerado o maior plano de saúde do Norte-Nordeste, com os serviços prestados a 500 mil beneficiários, entre servidores estaduais ativos, inativos, pensionistas e dependentes.

O valor devido pelo Judiciário é relativo à contribuição patronal mensal que o TJ-BA tem com o Planserv. A preocupação é que a falta dos recursos comprometa o funcionamento do plano e atrase o repasse aos prestadores de serviço.

Hoje, muitos servidores, inclusive do Judiciário, têm queixas do Planserv.

Levi Vasconcelos

Levi Vasconcelos é jornalista político, diretor de jornalismo do Bahia.ba e colunista de A Tarde.

PUBLICIDADE