Publicado em 13/04/2016 às 15h11.

Por 30 votos a 8, PSD vai orientar posição pró-impeachment, diz Folha

Segundo a Folha de S. Paulo, o ministro das Cidades Gilberto Kassab pediu que o anúncio oficial ocorra às 19h, para ele ter tempo de adotar “providências”

Redação
Brasília - O ministro das Cidades, Gilberto Kassab, participa da campanha “Stop the Crash”, da Global NCAP (Elza Fiuza/Agência Brasil)
Foto: Elza Fiuza / Agência Brasil

 

Por 30 votos a 8, a bancada do PSD na Câmara irá se posicionar de forma favorável ao impeachment da presidente Dilma Rousseff, segundo a Folha de S. Paulo. A decisão foi influenciada pela debandada da maioria dos deputados do PP, nesta terça-feira (12).

O ministro das Cidades, Gilberto Kassab, presidente nacional do PSD, participou da reunião dos parlamentares da legenda nesta quarta (13), mas saiu sem falar com a imprensa.

De acordo com relatos, Kassab afirmou que seguiria a decisão que a bancada tomar. Ainda conforme a Folha, o ministro pediu que o anúncio oficial aconteça às 19h, para ele ter tempo de adotar suas “providências”.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.