Publicado em 13/03/2016 às 13h59.

Presidente do Cremeb diz que repúdio de médicos é ‘oportunista’

José Abelardo Garcia de Menezes criticou e minimizou o posicionamento dos 160 profissionais que assinaram “Carta Aberta”

Evilasio Junior
Foto: Rodrigo Aguiar/bahia.ba
Presidente do Cremeb, José Abelardo Garcia de Menezes, à esquerda | Foto: Rodrigo Aguiar/bahia.ba

 

O presidente do Conselho Regional dos Médicos na Bahia (Cremeb), José Abelardo Garcia de Menezes, classificou como “oportunista” o repúdio de parte da categoria à convocação dos profissionais para o ato em favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Presente à manifestação na Barra, neste domingo (13), ele criticou e minimizou o posicionamento dos 160 profissionais que assinaram a “Carta Aberta ao Cremeb”.

“Desde julho de 2013, quando a presidente Dilma criou o Mais Médicos, as entidades médicas têm convocado os médicos a protestarem. Não houve nenhuma modificação. Temos uma lista de mais de mil médicos que nos apoiam. É mil contra cem. Não temos ligação com partido. Defendemos o Estado Democrático de Direito e a independência das instituições”, afirmou.

Além de filiados ao Cremeb, a manifestação contou com o apoio da Ordem dos Médicos do Brasil (OMB).