Publicado em 13/06/2017 às 19h00.

Presidente do PSDB não acredita em ‘debandada’

Um dos autores do pedido de impeachment de Dilma Rousseff, o jurista Miguel Reale Jr anunciou sua desfiliação do partido

Redação
Foto: Divulgação/Facebook
Foto: Divulgação/Facebook

 

Presidente interino do PSDB, o senador Tasso Jereissati afirmou nesta terça-feira (13) não acreditar em uma debandada de integrantes da legenda após a cúpula tucana decidir a permanência da sigla na base do governo Temer.

“Eu não acredito, não. A decisão foi ponderada. Nenhum deputado falou em sair do partido, pelo contrário. Houve o compromisso de todos em permanecer no partido”, declarou Jereissati.

De acordo com o senador, o partido vai ficar em “monitoramento diário dos acontecimentos” para tomar as decisões que sejam o “melhor para o país”.

Um dos autores do pedido de impeachment de Dilma Rousseff, o jurista Miguel Reale Jr anunciou sua desfiliação do PSDB. Informações do G1.

PUBLICIDADE