Publicado em 12/07/2020 às 19h00.

Psol entra com queixa-crime contra Bolsonaro por comportamentos durante pandemia

Ação é assinada por Guilherme Boulos, Luiza Erundina e Ivan Valente

Redação
Foto: Reprodução/MTST
Foto: Reprodução/MTST

 

O Partido Socialismo e Liberdade (Psol) entrou com uma queixa-crime contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no Supremo Tribunal Federal (STF), com a justificativa de que o chefe do Executivo teria infringido as medidas sanitárias preventiva diante da pandemia do novo coronavírus. A informação foi divulgada pela coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, e confirmada nas redes sociais pelo ex-presidenciável Guilherme Boulos.

A ação é assinada por Boulos, além dos deputados federais Luiza Erudina (Psol-SP) e Ivan Valente (Psol-SP). Além de citar as repetidas desobediências as medidas como uso de máscara e isolamento social, o documento também relata as polêmicas declarações de Bolsonaro como a afirmação “E daí? Lamento, quer que eu faça o quê?”.