Publicado em 15/09/2019 às 07h23.

PT rebate Rui Costa em nota e diz que acertou ao não apoiar Ciro Gomes em 2018

Partido ainda afirmou considerar "extemporâneo o debate sobre candidaturas presidenciais para 2022"

Breno Cunha
Foto: Luiz Felipe Fernandez/bahia.ba
Foto: Luiz Felipe Fernandez/bahia.ba

 

Em nota publicada no site do partido na noite deste sábado (14), o PT rebateu o governador Rui Costa, que falou à Veja nesta semana que o partido deveria ter apoiado Ciro Gomes (PDT) na eleição presidencial do ano passado.

No comunicado, o PT destacou que “tomou uma decisão absolutamente correta ao lançar candidatura própria”, frisando que Fernando Haddad, o candidato do partido, teve “grande desempenho político e eleitoral, chegou ao segundo turno e só não venceu a eleição pelo uso criminoso de notícias falsas”.

“O eventual apoio do PT a Ciro Gomes, se à época já não se justificava porque nunca foi intenção dele constituir uma alternativa no campo da centro-esquerda, hoje menos ainda, dado que ele escancara opiniões grosseiras e desrespeitosas sobre Lula, o PT e nossas lideranças”, segue a nota do partido.

A legenda ainda afirma considerar “extemporâneo o debate sobre candidaturas presidenciais para 2022”.

“É alentador identificar em nossas fileiras nomes com legitimidade para assumir essa responsabilidade, a começar pelo companheiro Lula, com sua reconhecida capacidade para unificar essas forças e o próprio povo brasileiro. O PT saberá fazer esse debate, democraticamente, no momento adequado”, concluiu.

Mais notícias