Publicado em 26/03/2016 às 18h20.

‘Queremos paz, mas não tememos a guerra’, diz presidente do PT

O presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), Rui Falcão, postou mensagem em suas redes sociais onde afirma considerar impeachment um golpe

Redação
Presidente do PT, Rui Falcão, pretende conclamar a militância em caso de impeachment (Foto: Ascom/PT)
Presidente do PT, Rui Falcão, pretende conclamar a militância em caso de impeachment (Foto: Ascom/PT)

 

O presidente do PT, Rui Falcão, postou utilizou sua conta no Facebook, neste sábado (26), para passar um recado para a militância petista no País. Segundo ele, se a direita, associada a determinados grupos de comunicação, levar adiante o que ele considera um projeto de golpe contra a democracia brasileira, a legenda ‘irá para a luta’.

“Vamos lutar e vamos defender o Estado Democrático de Direito. As manifestações mostram o seguinte: queremos a paz, mas não tememos a guerra. Se eles acham que haverá estabilidade derrubando a Dilma, estão muito enganados. A estabilidade virá com o fim do impeachment a possibilidade do Brasil voltar a crescer”, escreveu.

Ele ainda disse defender a posse do ex-presidente Lula para o ministério da Casa Civil. “Lula é ficha limpa, portanto não há nenhuma razão para ele não ser ministro”, acrescentou.

 

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.