Publicado em 20/01/2021 às 17h20.

Rede pede no STF afastamento imediato de Pazuello: ‘Diversos equívocos’

O partido entrou com uma ação no Supremo Tribunal Federal nesta quarta-feira (20)

Redação
Foto: José Dias/PR
Foto: José Dias/PR

 

O partido Rede Sustentabilidade entrou com uma ação no Supremo Tribunal Federal ( STF ) nesta quarta-feira (20) pedindo que o ministro da saúde, Eduardo Pazuello, seja afastado imediatamente do cargo, devido aos “diversos erros cometidos” durante a pandemia da Covid-19.

“O imediato afastamento do Ministro Eduardo Pazuello do Ministério da Saúde, pelos diversos equívocos, incluídos os de logística, na condução das atividades ministeriais durante a pandemia do Coronavírus, que, infelizmente, causaram a morte de mais de 210.000 cidadãos brasileiros, sendo que alguns não tiveram sequer a chance de lutar pela vida, por não terem oxigênio”, pede a sigla no na ação protocolada nesta quarta (20).

Segundo o portal IG, a sigla também critica o presidente Jair Bolsonaro, que é acusado de “omissão, negacionismo e equívocos no planejamento de compra das vacinas contra a Covid-19”. Ainda segundo a publicação, o partido requereu ao ministro Ricardo Lewandowski que o governo federal especifique o estoque de cilindros de oxigênio em todo o país, com foco na região norte.