Publicado em 29/03/2018 às 14h13.

Rui se reúne com PR, Araújo faz pedidos e se queixa de ‘canibalismo’

Encontro do partido com governador, que estava previsto para esta quinta-feira (29), foi antecipado e aconteceu na noite desta quarta-feira (28)

Rodrigo Daniel Silva
Foto: Mateus Pereira/GOVBA
Foto: Mateus Pereira/GOVBA

 

A reunião do governador Rui Costa (PT) com o PR, que estava prevista para esta quinta-feira (29), foi antecipada e aconteceu na noite desta quarta-feira (28).

Segundo informou ao bahia.ba o presidente do partido na Bahia, o deputado José Carlos Araújo, ele chegou mais cedo de Brasília e encontrou o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico (SDE), Jaques Wagner (PT), que o levou para a reunião com Rui Costa.

Na conversa, segundo o chefe do PR baiano, ele apresentou as reivindicações da agremiação para permanecer na base do governador Rui Costa, e não migrar para o lado do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM).

De acordo com ele, o partido quer a Superintendência de Fomento ao Turismo do Estado da Bahia (Bahiatursa), a Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb) e mais uma pasta, além da Secretaria de Turismo, para ficar no governo.

“Não dei prazo [para o governador aceitar ou não os pedidos]. Mas na próxima semana, teremos uma nova reunião. Vamos conversar e não tem açodamento”, afirmou Araújo, em entrevista à reportagem, sem confirmar se o PR vai migrar para ala de Neto, caso Rui negue as solicitações.

Ainda no encontro, o presidente do PR afirmou que se queixou ao governador Rui Costa do “canibalismo” na base. “A base está muito grande. Está um querendo tomar as bases do outro, em cima dos votos. Isso não pode”, disse, sem citar nomes. Nos bastidores, o comentário é que os republicanos reclamam, sobretudo, do presidente do PSD, o senador Otto Alencar.

PUBLICIDADE