Publicado em 08/08/2022 às 13h12.

Sentença que condenou ex-líder de Temer na Câmara é mantida pelo STF

André Moura foi condenado a 8 anos e três meses de prisão em regime fechado

Redação
Brasília - O ministro das Cidades, Bruno Araújo durante coletiva de imprensa, após encontro presidente interino Michel Temer, no Palácio do Planalto (José Cruz/Agência Brasil)
Brasília – O ministro das Cidades, Bruno Araújo durante coletiva de imprensa, após encontro presidente interino Michel Temer, no Palácio do Planalto (José Cruz/Agência Brasil)

 

O ministro Cássio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), indeferiu o recurso apresentado pelo ex-deputado e ex-líder do governo Temer na Câmara, André Moura, para que fossem suspensos os efeitos da sentença que o condenou a 8 anos e três meses de prisão em regime fechado. A informação é da coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo.

Moura foi condenado em setembro passado pelo uso da máquina pública de Pirambu (SE), município sergipano que cujo prefeito era seu aliado.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.