Publicado em 13/08/2019 às 15h25.

Servidores do MP protestam na Alba e Targino ironiza: ‘Homologaram’ o governo

Manifestação é contra projeto que cria 400 cargos comissionados na estrutura do MP-BA

Breno Cunha
Foto: Rodrigo Aguiar/Bahia.ba
Foto: Rodrigo Aguiar/Bahia.ba

 

Líder da oposição na Assembleia, o deputado Targino Machado (DEM) bateu boca com servidores do Ministério Público da Bahia (MP-BA) minutos antes do início da sessão desta terça-feira (13).

Integrantes do Sindicato dos Servidores do Ministério Público (Sindsemp) protestam contra Projeto de Lei 23.451/2019, protocolado na Casa na segunda-feira (12). Conforme os servidores, o texto substitui 400 cargos efetivos por comissionados.

Targino questionou aos presentes na galeria quem seria o “representante político” deles na Assembleia.

Uma pequena discussão ocorreu e o democrata afirmou que era “110% independente”. “Não dependo de voto seu, nem de ninguém”, disse o parlamentar.

Em seguida, Targino ironizou, com o argumento de que muitos representantes sindicais estão “acomodados” no governo. O deputado ainda completou a provocação ao grupo, ao dizer que a maioria dos servidores estaduais “homologou” o atual governo nas urnas.

Segundo o PL, 25 cargos de Promotor de Justiça substituto devem ser transformados em 280 cargos comissionados de Assessor Técnico-Jurídico de Promotoria. Além disso, o projeto cria 120 cargos também comissionados de Assessor Técnico-Jurídico de Promotoria.

 

PUBLICIDADE