Publicado em 28/11/2019 às 20h00.

TRE de Pernambuco determina que candidata laranja do PSL devolva R$ 380 mil

Apesar do alto montante destinado à candidatura de Maria de Lourdes Paixão, ela teve somente 274 votos

Redação
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Abr
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Abr

 

O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) reprovou por unanimidade as contas de campanha de Maria de Lourdes Paixão, candidata laranja do PSL, e determinou a devolução de R$ 380 mil, provenientes do fundo partidário, informa a Folha.

Apesar do alto montante destinado à então candidata, ela teve somente 274 votos. Conforme o Ministério Público Eleitoral de Pernambuco, foi apresentada, no dia 3 de outubro de 2018, uma nota fiscal para tentar comprovar a confecção de 9 milhões de santinhos e 1,5 milhão de adesivos tipo “praguinha”.

No entanto, segundo o órgão, seria impossível confeccionar e distribuir todo esse material a quatro dias do pleito.

Além disso, o Ministério Público Eleitoral apontou a ausência de qualquer prova de que os adesivos e santinhos tenham sido, de fato, impressos e distribuídos.