Publicado em 12/11/2019 às 16h17.

TSE não permite coleta digital de assinaturas para criar partido, como quer Bolsonaro

Pela Lei dos Partidos Políticos, deve ser provado o apoio mínimo de eleitores por meio de suas assinaturas e dos respectivos títulos eleitorais

Redação
Foto: José Cruz/Agência Brasil
Foto: José Cruz/Agência Brasil

 

Os planos do presidente Jair Bolsonaro de realizar uma coleta digital de assinaturas para criar rapidamente um novo partido enfrenta obstáculos legais, destaca o colunista Guilherme Amado, da Época.

Pela Lei dos Partidos Políticos, que estabelece as normas para a criação de novas siglas, deve ser provado o apoio mínimo de eleitores por meio de suas assinaturas e dos respectivos títulos eleitorais. Para isso, as assinaturas – no mínimo 500 mil – devem ser validadas uma a uma.

PUBLICIDADE