Publicado em 05/06/2016 às 09h20.

Uber vai à Justiça contra decisão de ACM Neto

Departamento jurídico que representa o aplicativo no país entrará com mandado de segurança no Tribunal de Justiça da Bahia

Redação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

Advogados do Uber entrarão com um mandado de segurança no Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) contra a lei sancionada pelo prefeito de Salvador, ACM Neto, que proíbe o serviço na capital baiana.

Segundo a coluna Satélite, do Correio, o departamento jurídico que representa o aplicativo no Brasil ingressará com a ação ainda neste mês e a tese defendida será de que são inconstitucionais leis estaduais e municipais que vetam o serviço de transporte privado.

O argumento já foi aceito pela Justiça em pelos menos mais quatro estados do país, como Rio de Janeiro e Minas Gerais.

PUBLICIDADE