Publicado em 10/11/2021 às 15h09.

Vereadora propõe que ponte Salvador-Itaparica se chame ‘Maria Felipa’

“Este projeto é de suma importância tendo em vista a necessidade de valorização dos heróis e heroínas nacionais", diz Marta Rodrigues

Redação
Foto: Divulgação/ GOVBA
Foto: Divulgação/ GOVBA

 

A presidente da Comissão de Direitos Humanos e de Defesa da Democracia Makota Valdina, vereadora Marta Rodrigues (PT), apresentou um projeto de indicação (512/2021) ao governo do Estado para que a ponte Salvador-Itaparica seja denominada “Ponte Maria Felipa”, em homenagem a uma das principais personagens da luta pela Independência da Bahia – concretizada dia 2 de julho de 1823 – que liderou a resistência à tentativa de invasão das tropas portuguesas à Ilha de Itaparica.

“Este projeto é de suma importância tendo em vista a necessidade de valorização dos heróis e heroínas nacionais, das lutas abolicionistas, da história e da representatividade do povo negro, dando ênfase à participação feminina, que geralmente sofre tentativa de apagamento”, explica a vereadora.

Para Marta, nada mais justo do que homenagear Maria Felipa, dada a sua relevância na batalha da Independência, colocando seu nome em equipamento de grande porte como a ponte Salvador-Itaparica que será referência no Brasil e no mundo.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.