Publicado em 21/09/2020 às 21h00.

Vice-decano prega sorteio para relatoria de inquérito sobre a PF

Relator do caso que apura denúncias feitas pelo ex-ministro Sérgio Moro, Celso de Mello se aposenta no começo de novembro

Redação
Foto: Nelson Jr./SCO/STF
Foto: Nelson Jr./SCO/STF

 

Vice-decano do Supremo Tribunal Federal, o ministro Marco Aurélio Mello defendeu nesta segunda-feira (21) um novo sorteio na relatoria do inquérito que apura supostas interferências do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal. O caso tem como relator o decano da corte, ministro Celso de Mello, que se aposenta compulsoriamente no início novembro.

Marco Aurélio Melo substitui temporariamente o relator, que se recupera de uma cirurgia. “Sou substituto do ministro Celso de Mello, não pelo patronímico Mello, mas por antiguidade, enquanto ele integrar o tribunal”, declarou. “Não aceito designação a dedo. Mas, como os tempos são estranhos, tudo é possível.” Com informação do Estado de S. Paulo e do Terra.