Publicado em 11/04/2017 às 13h42.

Wagner diz que José Ronaldo seria ‘bem-vindo’ no seu grupo

Secretário afirmou que nunca conversou com o prefeito de Feira de Santana sobre o assunto, mas deixou as portas abertas

Rodrigo Daniel Silva
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

Não é novidade a especulação de que o prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo (DEM), pode desembarcar no grupo liderado pelo secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner, e pelo governador Rui Costa, ambos do PT. Rumores sobre a aliança datam desde quando o ex-ministro era o comandante do Palácio de Ondina.

No entanto, nos últimos meses, a possibilidade de o democrata integrar a base governista ganhou contornos maiores. Nos bastidores, comenta-se que o feirense poderia se filiar ao PSD, partido do senador Otto Alencar, e ganhar uma vaga na majoritária, o que dificilmente conseguiria no grupo do prefeito ACM Neto (DEM), já que teria de brigar com partidos como PMDB, PRB e PSDB.

Nesta terça-feira (11), durante evento oficial em Feira de Santana, Wagner disse que não sentou com Ronaldo para falar sobre o assunto, mas abriu as portas para o democrata.

“Se quiser vir, é sempre bem-vindo. Nunca tive conversa com ele sobre esse assunto, mas, é óbvio, que é prefeito de uma cidade importante, a segunda maior cidade do estado, e eu digo sempre que se cresce na política ampliando o seu grupo e não excluindo. Mas não tenho notícias ainda de ele se descolar para o nosso grupo. Se for uma decisão dele, claro que a gente está sempre disposto a conversar”, afirmou, em entrevista coletiva no município feirense, onde desembarcou de helicóptero ao lado do líder do governo, Zé Neto (PT), para visitar obras e assinar protocolo com uma fábrica de papel.



Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.