Publicado em 23/10/2020 às 12h59.

ACM Neto autoriza reconstrução de obra de Mário Cravo: ‘Não cabem direitos autorais’

Familiares do artista plástico exigiam R$ 1 milhão para permitir restauração do monumento, conhecido como Fonte da Rampa

Alexandre Santos / Eduardo Dias
Foto: Max Haack/SecomPMS
Foto: Max Haack/SecomPMS

 

O prefeito ACM Neto informou nesta sexta-feira (23) que já determinou a Fundação Mario Leal Ferreira (FMLF) a iniciar o processo de contratação pública para a reconstrução da Fonte da Rampa do Mercado, de autoria de Mario Cravo Júnior (1923-2018). Também conhecida Monumento à Cidade de Salvador, a obra foi destruída em um incêndio em dezembro do ano passado.

Segundo o prefeito, um parecer da Procuradoria-Geral do Município concluiu de que a prefeitura não precisará de autorização da família para reerguer a peça.

“Não cabe qualquer reivindicação de direitos autorais”, disse ACM Neto em entrevista coletiva.

Herdeiros do artista plástico exigiam o pagamento de R$ 1 milhão para permitir as intervenções.

Localizada na Praça Cayru, a obra, composta por vibra de vidro, foi esculpida na década de 1970.

Após o incêndio, restaram apenas as estruturas de metal que sustentavam o mounumento. Todo o resto foi consumido pelo fogo.