Publicado em 30/09/2022 às 15h02.

Capital continua líder em geração de empregos no Nordeste em 2022

De acordo com o Caged, em agosto foram criados 5.454 empregos e, no acumulado do ano, foram geradas 30.177 novas vagas

Redação
Foto: Jefferson Peixoto/Secom PMS
Foto: Jefferson Peixoto/Secom PMS

 

A mais recente pesquisa do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia, indica que Salvador continua na liderança na região Nordeste em geração de empregos. De acordo com o levantamento divulgado esta semana, no mês de agosto foram criados 5.454 empregos e, no acumulado do ano, foram geradas 30.177 novas vagas com carteira assinada.

O aumento foi tão expressivo que, no mês, a capital baiana ocupou a 4ª posição no país, ficando atrás apenas de São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ) e Belo Horizonte (MG) quanto ao total de postos formais por meio da CLT.

O setor da construção liderou a criação de postos formais em 2022, com 10.228 empregos, seguido da educação (5.246) e saúde (4.560). Em seu conjunto, os setores de informação, comunicação, atividades financeiras e imobiliárias, profissionais e administrativas registraram a criação de 4.058 vagas. Muito embora o resultado do segmento do comércio tenha apresentado saldo negativo no agregado do ano, no mês de agosto, foram criados 424 empregos, o que sinaliza uma recuperação consistente nos meses à frente.

Ações – Entre as iniciativas municipais que se destacam desde janeiro de 2021 estão a redução do tempo de abertura de empresas, regulamentação da lei de concessões e melhoria do ambiente de negócios na capital baiana, com a integração da RedeSim, criação de taxa única de eventos, estímulos e incentivos fiscais, extinção da taxa de publicidade de lojistas dentro de empreendimentos comerciais.

Também entram na lista investimentos como o Doca 1, a Cidade da Música da Bahia e programas como o CredSalvador, que oferece acesso fácil de crédito com juros baixos e carência elevada e que já beneficiou quase de 6 mil microempreendedores. A qualificação de mão de obra, seja através dos programas Salvador Tech e pelo Treinar para Empregar, também é destaque – já são mais de 15 mil pessoas qualificadas pelos programas.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.