Publicado em 14/12/2015 às 10h51.

Coelba investe em nova subestação em Lobato

Projeto recebeu investimento de R$ 20,4 milhões e vai fornecer energia para mais de 40 mil habitantes

Redação
Foto: Neonergia/Flickr
Foto: Neonergia/Flickr

A Coelba, empresa do Grupo Neoenergia, investiu R$ 20,4 milhões na construção da nova Subestação Lobato. O equipamento integra o plano de investimentos da concessionária, que prevê recursos da ordem de R$ 1 bilhão no sistema elétrico baiano neste ano de 2015. Com 25 MVA de potência instalada, a nova subestação conta com quatro alimentadores para atender a mais de 40 mil unidades consumidoras. O conjunto de obras que inclui a subestação, quatro alimentadores e uma linha de distribuição de alta tensão, beneficia a Cidade Baixa, Fazenda Grande, São Caetano e o Subúrbio Ferroviário.

Inovação – A construção da SE Lobato teve um diferencial: a utilização de equipamentos compactos, cubículos na média tensão e módulos híbridos na alta tensão, o que otimizou a ocupação do espaço, reduzindo a área utilizada para implantação da subestação. Totalmente digitalizada, tem a sua operação realizada remotamente pelo Centro de Operações da Coelba, localizado no edifício-sede da empresa, no bairro de Narandiba.

Outras novidades para a cidade – A Cidade Baixa, na região da Península Itapagipana, também terá o sistema elétrico reforçado. A subestação, no primeiro trimestre de 2016, ganhará mais um transformador e ficará com 75 MVA de potência instalada. O plano de ampliação também prevê a construção de três novos alimentadores e a reconfiguração e modernização de suas instalações.

Dando continuidade ao plano de melhoria e atualização das subestações, a Coelba já iniciou a ampliação da Subestação Itapagipe e também estão sendo digitalizadas mais três subestações na cidade: as subestações de Candeal, da Graça, até o final deste mês, e a subestação de Central, até o início de 2016.



Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.