Publicado em 05/04/2016 às 17h20.

Em crise, Petrobras devolve edifício alugado na Av. Tancredo Neves

A companhia informou que todas as atividades executadas em imóveis externos serão centralizadas no Conjunto Pituba, que fica no Itaigara

Luís Filipe Veloso
Foto: Leitor/ Bahia.ba
Foto: Leitor/ Bahia.ba

 

Uma grande operação de caminhões e carregadores observada por um leitor do bahia.ba na manhã desta segunda-feira (4) transportou a última parte da mudança do mobiliário utilizado pela Petrobras no Edifício Civil Trade, localizado na Avenida Tancredo Neves, no bairro do Caminho das Árvores, centro financeiro de Salvador. O prédio, que era alugado pela companhia para abrigar a sua universidade corporativa, foi totalmente evacuado.

A Petrobras confirmou o fato ao bahia.ba na tarde desta terça (5) e justificou que o processo de centralização dos escritórios na capital tem transferido todas as atividades para o Conjunto Pituba, localizado na Avenida Antonio Carlos Magalhães, no Itaigara. Segundo a comunicação da empresa, todos os imóveis externos têm sido esvaziados e serão devolvidos aos proprietários.

Ainda de acordo com a petrolífera, o processo de desmobilização do Civil Trade, que está fechado e já apresenta correntes nas grades externas, começou na última quinta (31) e foi concluído no domingo (3).

Foto: Leitor/ Bahia.ba
Foto: Leitor/ Bahia.ba

 

Lava Jato – Após a série de denúncias de corrupção que envolve a direção da Petrobras e políticos da alta cúpula nacional, por meio das investigações da Operação Lava Jato, a companhia tem atravessado um grave momento de crise de imagem e financeira, que se converteu em desvalorização dos papéis nas bolsas internacionais.

A alternativa encontrada para conter o déficit tem sido a redução de custos. Além da desocupação de imóveis alugados, a empresa suspendeu os investimentos em campos de exploração e decidiu parar de procurar petróleo na Bahia.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.