Publicado em 18/04/2022 às 19h06.

Defesa Civil emite alerta de deslizamentos nas comunidades de Moscou e Calabetão

Sirenes já foram acionada em sete bairros da capital

Leilane Teixeira
Foto: divulgação Codesal
Foto: divulgação Codesal

 

A Defesa Civil de Salvador acionou a sirene em mais duas comunidades de Salvador no início da noite desta segunda-feira (18): em Moscou, no bairro de Castelo Branco, e no Calabetão. Ao todo, sete sirenes foram acionadas pela Codesal após análise do risco de deslizamento de terra. Segundo a Defesa Civil de Salvador, as sirenes são ligadas quando uma localidade acumula um volume de chuvas superior a 150 milímetros em apenas 72 horas.

De acordo com o órgão, ao menos 62 pessoas já saíram de suas casas e procuraram abrigo nos centros de acolhimento, localizados em escolas municipais.

Somente na manhã desta segunda-feira (18), a Secretaria Municipal de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esporte e Lazer (Sempre) abrigou 23 famílias na Escola Municipal Professora Eufrosina Miranda, no bairro do Lobato.

Segundo a Defesa Civil da cidade, o volume de precipitações no mês de abril já atingiu quase 81% da média histórica. Ou seja, já foram registrados 230,2mm dos 284,9mm esperados para abril.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.