Publicado em 19/10/2021 às 12h16.

Em plena segunda-feira, Polícia Militar flagra 10 festas clandestinas na capital

Eventos sem autorização da prefeitura e com aglomeração foram encerradas nos bairros da Liberdade, Ondina, Alto do Coqueirinho, Nordeste de Amaralina e Cabula VI

Redação
Foto: Divulgação, Ascom/Polícia Militar
Foto: Divulgação, Ascom/Polícia Militar

 

Em plena segunda-feira (18),  dez festas que eram promovidas sem autorização legal e com aglomerações foram flagradas e encerradas pela Polícia Militar em Salvador . De acordo com a corporação, a primeira denúncia de eventos tipo “paredão” chegou às 10h20 via Centro Integrado de Comunicações (Cicom).

As ocorrências foram registradas nos bairros da Liberdade, Ondina, Alto do Coqueirinho, Nordeste de Amaralina e Cabula VI. Na Rua da Mangueira, no Alto do Coqueirinho, a 15ª CIPM encontrou carros com os aparelhos de som automotivo ligados em volume excessivo. Os responsáveis foram orientados a desligar.

Em Ondina, por volta das 21h20, a PM recebeu a denúncia de uma aglomeração de pessoas que estariam armadas e realizando tráfico de drogas na Praça Tarquínio Gonzaga. Quando os policiais chegaram ao local o som estava desligado. As equipes realizaram as abordagens e nada ilícito foi encontrado. A praça foi evacuada.

Já na Rua da Alegria, na Liberdade, a denúncia era de perturbação da ordem pública. Equipes da 37ª CIPM e da Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT)/Rondesp BTS encontraram um evento irregular com o uso de um veículo VW/GOL. Houve a dispersão do público e o carro foi apreendido. Detido, o proprietário  foi apresentado na Central de Flagrantes.



Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.