Publicado em 13/10/2019 às 18h00.

Manchas de petróleo: Ibama diz que a cidade está preparada para limpeza das praias

Neste domingo, os agentes da Limpurb retiraram cerca de um quilo de pequenas pelotas de petróleo nas praias de Placaford e Jardim de Alah

Redação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

A prefeitura de Salvador por meio da Empresa de Limpeza Urbana (Limpurb), continua acompanhando e participando das tratativas sobre a chegada de óleo nas praias da capital baiana em conjunto com órgãos estaduais e federais. Neste domingo (13), o presidente da Limpurb, Marcus Passos, participou de mais uma reunião do Comando Unificado de Incidentes, na sede do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), no Rio Vermelho, juntamente com representantes do órgão, do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), Marinha, Exército, Petrobras e outros entes estaduais.

Na ocasião, o Ibama destacou que Salvador está preparada e atuando de forma correta e precisa na limpeza das praias, conduzindo todo o trabalho de forma assertiva e preventiva. “Nossas equipes continuarão de prontidão 24h, monitorando e retirando todo o material que for localizado na faixa de areia da orla de Salvador, até que todas as possibilidades de chegada de mais material sejam descartadas pelos órgãos aqui presentes”, destacou Passos.

Neste domingo (13) os agentes da Limpurb retiraram cerca de um quilo de pequenas pelotas de petróleo nas praias de Placaford e Jardim de Alah.

No sábado (12), foram encontrados cerca de 15 quilos do material na Praia do Flamengo. Somando aos 20 quilos localizados da noite de quinta e na manhã de sexta (11), totalizam-se 36 quilos de material recolhidos nas praias de Salvador pelo órgão. Até o momento, as praias atingidas foram a do Flamengo, Jardim de Alah, Jardim dos Namorados, Piatã, Itapuã, Buracão (Rio Vermelho) e Placaford.

PUBLICIDADE