Publicado em 15/11/2015 às 18h26.

Manifestantes fazem novo protesto contra Cunha em Salvador

Pauta feminista segue em destaque em nova caminhada contra Cunha

Redação

Pedindo a queda do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que enfrenta uma série de denúncias que o envolvem em corrupção e lavagem de dinheiro, cerca de 200 manifestantes fizeram um novo protesto na tarde deste domingo (15), na Barra, em Salvador. Saindo do Campo Grande, o grupo se dirigiu até o Farol da Barra. Na tarde da última sexta-feira, (13), uma caminhada partindo do mesmo Campo Grande seguiu até a Praça Castro Alves com a mesma disposição.

Cunha é criticado pelas ativistas, em sua maioria jovens mulheres, também por ser autor ou incentivar projetos na Câmara considerados polêmicos e retrógrados. Entre eles o Projeto de Lei 5.069/13 que dificulta abortos por vítimas de estupro. No projeto, a vítima é obrigada a registrar boletim de ocorrência em delegacia policial para comprovar a violência sexual.

“São tantos os motivos que me fizeram estar aqui hoje. Projetos regressivos como é o caso do estatuto da família, ou o da demarcação de terras indígenas pelo Congresso. Sem falar no PL que dificulta o atendimento médico para mulheres vítimas de violência sexual. Além de estar envolvido em casos de corrupção, Cunha tem um visão absurda das liberdades individuais”, disse Carol Morena, produtora cultural.