Publicado em 04/08/2021 às 11h27.

Polícia realiza operação contra comércio ilegal de autopeças

Prática fomenta o crime de furtos e roubos de veículos

Redação
Foto: Ascom-PC/Haeckel Dias
Foto: Ascom-PC/Haeckel Dias

 

A Polícia Civil realiza, nesta quarta-feira (4), a Operação Inspicio II, que visa combater a comercialização ilegal de peças veiculares em Salvador. Policiais da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DRFRV), com o apoio do Núcleo de Inteligência (NI) do Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP), além da Polícia Rodoviária Federal (PRF) participam da vistoria.

De acordo com o titular da DRFRV, delegado Marcelo Tannus, os principais alvos das ações possuem histórico na prática irregular. “Aqui analisamos desde as notas fiscais, até os produtos vendidos no estabelecimento”, afirmou.

O titular da DRFRV também chamou atenção para as principais consequências da compra e venda de peças de carros furtados ou roubados. “Além de fomentar o crime de furtos e roubos de veículos, quem compra peças sem a devida procedência regularizada, está cometendo crime de receptação, pode ser preso e pode responder pelo ilícito. Afirmou.

Guarnições do Grupo de Ações Rápidas e Repressivas (Garra) do Esquadrão Águia e Operação Apolo Companhia de Policiamento Fazendário (Cipfaz) da Polícia Militar, além de equipes da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz), Departamento de Trânsito da Bahia (Detran/Ba) e Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur) do município, também participam das ações.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.