Publicado em 25/01/2016 às 21h40.

Ponto de ônibus no Costa Azul ganha jardim com grama e flores

O ponto foi escolhido por ser um modelo clássico em Salvador, idealizado pelo arquiteto João da Gamas Filgueiras, o Lelé

Redação

Na onda de discussões a cerca de sustentabilidade e políticas ambientais, a prefeitura de Salvador resolveu iniciar práticas já experimentadas em outras cidades. Nesta segunda-feira (25),  um dos pontos de ônibus da Avenida Arthur Azevedo Machado, no Costa Azul, ganhou um ‘jardim’ no teto. Elaborada pela Secretaria Municipal Cidade Sustentável, a repaginação do abrigo contribui para o paisagismo na cidade e para a diminuição do calor.

um estudo da Universidade de São Paulo (USP) já havia apontado que a temperatura no topo dos edifícios com jardim suspensos, como o do Ponto Verde ficou, pode diminuir em até  5,3°C. O modelo ainda pode levar a um ganho de 15,7% em relação à umidade relativa do ar, assim como atrair pássaros, borboletas e outras espécies.

O ponto foi escolhido por ser um modelo clássico em Salvador, idealizado pelo arquiteto João da Gamas Filgueiras, o Lelé. No teto, a prefeitura implantou grama, plantas ornamentais e flores da espécia Alamanda.  De acordo com a secretaria municipal, o plano é  instalar o modelo verde de remodelação em postos da Polícia Militar e sedes de repartições públicas.

PUBLICIDADE