Publicado em 12/03/2019 às 13h47.

Prefeitura assina ordem de serviço para obras do Mercado de São Miguel

Atingido por um incêndio em setembro de 2017, mercado está com a estrutura deteriorada

Redação

acm mercado de sao miguel foto valter pontes secom

 

A ordem de serviço para as obras de reconstrução do Mercado de São Miguel, na Baixa dos Sapateiros, foi assinada nesta terça-feira (12) pelo prefeito ACM Neto, na presença dos permissionários, moradores e lideranças da região.

Atingido por um incêndio em setembro de 2017, o mercado está com a estrutura deteriorada e sem condições de funcionamento.

Com investimento total de R$ 5,1 milhões, dentro do programa Salvador 360, eixo Centro Histórico, as intervenções vão durar 12 meses, sob a responsabilidade da Superintendência de Conservação e Obras Públicas (Sucop), vinculada à Secretaria de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra).

Durante a solenidade, o prefeito afirmou que a reforma demorou de ocorrer porque o governo da Bahia havia solicitado, há seis anos, a transferência de alguns equipamentos para o Estado, incluindo o Mercado de São Miguel.

Segundo o gestor municipal, ao perceber que a estrutura não seria reformada, foi enviado um comunicado oficial ao governo para informar que a prefeitura assumiria de volta o mercado.

Também participaram da cerimônia de assinatura da ordem de serviço o vice-prefeito e titular da Seinfra, Bruno Reis, e a presidente da Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF), Tânia Scofield, entre outras autoridades.

PUBLICIDADE